19
Jan 09

Lembro-me perfeitamente de ter deixado cair o termómetro, não me lembro ao certo quantos anos depois do nascimento, de ver as pequenas esferas no chão branco, a minha cara quase tão pálida quanto ele, maravilhada.
Agora a medição da febre já não tem a mesma graça, bem-vinda à era digital.
Anyway, a febre lá resolveu dar meia volta e regressar ao lugar de onde veio, depois de atentar o corpo e a alma durante dois longos e penosos dias de intermitentes viagens entre o calor das Caraíbas e o frio do Pólo Norte. Ontem, quando já só os livros pareciam poder salvar esta pobre criatura (e é sempre assim), Benjamin Button resgatou-me, salvando-me do tremendo tédio, com 3 horas de absoluta genialidade. Há muito que não via um filme com tanto amor e tristeza entranhados. Ámen.

 

publicado por T. às 10:41

Haverá sempre Paris
pisl
De Olhos Bem Abertos:
online
Prescrição para Laboratório
Tudo o que resta
tit
Em Espera
jcm cd
Insultos & Elogios para:
deolhosbemfechados@sapo.pt
No armário
2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


DeOlhosBemFechados

Ver de perfil

4 seguidores

Procurar
 
Vale a pena abrir bem os olhos
blogs SAPO