08
Jan 09

Entro. Boa noite, menina.
O relato do Glorioso num volume extraordinário.
Digo para onde quero ir.
E ele arranca.
Começa a viagem dos horrores.
O tinto a subir-lhe aos olhos, raiados de encarnado, a voz grossa e a articulação das palavras absolutamente estranha. Frases em jeito de reza, praticamente indecifráveis.
E o melhor de tudo: fez todo o percurso a conduzir só com uma mão, o braço direito esticado em cima do banco do pendura.
Agarrei-me a todos os santos, acho que até me ocorreu uma lista infinita de deuses gregos a quem prometer oferendas caso me escapasse desta.
E escapei. Valha-me Zeus.

publicado por T. às 12:03

Haverá sempre Paris
pisl
De Olhos Bem Abertos:
online
Prescrição para Laboratório
Tudo o que resta
tit
Em Espera
jcm cd
Insultos & Elogios para:
deolhosbemfechados@sapo.pt
No armário
2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


DeOlhosBemFechados

Ver de perfil

4 seguidores

Procurar
 
Vale a pena abrir bem os olhos
blogs SAPO