28
Out 08

Tinhamos 18 anos.

A imagem, o som e o cheiro permanecem na minha memória, intactos.

Ela tinha pouco tempo de vida, o cancro comia-lhe as entranhas.
Morria-me a primeira amiga.

A mãe perguntou-lhe que prenda queria.

A V. queria um perfume.

A mãe, amarga e seca, disse que não ia dar-lhe o perfume.
Que era um disparate estar a morrer e pedir um perfume.
Um disparate.

publicado por T. às 10:52

comentário:
**
may a 28 de Outubro de 2008 às 17:19

Haverá sempre Paris
pisl
De Olhos Bem Abertos:
online
Prescrição para Laboratório
Tudo o que resta
tit
Em Espera
jcm cd
Insultos & Elogios para:
deolhosbemfechados@sapo.pt
No armário
2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


DeOlhosBemFechados

Ver de perfil

4 seguidores

Procurar
 
Vale a pena abrir bem os olhos
blogs SAPO