05
Mar 12

Se a rapariga de 23 anos, agora jazendo na cama, como quem jaz de morte, não tivesse cruzado o caminho de Augusto, 37 anos, agora ausente do enquadramento, Júlia não teria perseguido o homem, como quem persegue dormindo uma cama em sonhos surrealistas, e não haveria aqui guarda-chuva negro em lençol imaculado.

Terça-feira, 9h48, Júlia segue pela rua, rádio entrando pelos ouvidos, colado a cada um pelas peças pequenas e maleáveis dos phones, escuta «aguaceiros e vento moderado» da boca do locutor. Os olhos esbugalham-se, como se toda a surpresa estivesse só neles, o corpo inibido do choque, caminhando como se nada fosse, só os olhos esbugalhados, inundados pelo negro das pupilas, que tomam de assalto todo o espaço disponível.

«Aguaceiros e vento moderado». Júlia desprevenida. Júlia incauta. «Júlia, Júlia, Júlia». Os passos em cadeia inquebrável, um depois do outro, largos e grandes como as suas pernas, esperam o comando. Os olhos fazem riscos num movimento de máquina de escrever, Júlia ouve o plim de cada vez que termina a ronda num dos lados da rua. 

Objecto detectado do lado esquerdo, a cerca de 40 metros, na passadeira, ponteando a estrada numa mão grossa. Os pés de Júlia recebem ordem de avanço, aumento de velocidade. Esvoaça o lenço atrelado à sacola, esvoaça a saia longa e corre Júlia inteira, olhos e tudo.

Augusto sente um par de mãos a puxarem-lhe os ombros, vem de trás o susto e o travão. Roda o pescoço. Uma cara tremenda, de maçãs vermelhas, arfa à sua frente. A cena dura 20 segundos, e ao 6.º já Júlia lhe arrancou o objecto preto, longo e pontiagudo, sem que Augusto tenha sequer percebido o que a rapariga lhe levara.

«Rápido, Júlia, rápido».

Não choveu. Júlia, exausta mas segura, guarda a conquista no leito fofo, enquanto dorme para mais um dia.

 

publicado por T. às 23:19

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


Haverá sempre Paris
pisl
De Olhos Bem Abertos:
online
Prescrição para Laboratório
Tudo o que resta
tit
Em Espera
jcm cd
Insultos & Elogios para:
deolhosbemfechados@sapo.pt
No armário
2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


subscrever feeds
DeOlhosBemFechados

Ver de perfil

4 seguidores

Procurar
 
Vale a pena abrir bem os olhos
blogs SAPO