12
Dez 10

Recolhemos os despojos, encerrámos os despropósitos de onde não deveriam ter escapado, e creio que, agora, a morte se tornou naturalmente uma possibilidade.
Embora eu saiba do movimento imparável e da sua origem, e tenha também processado delicadamente todo o histórico da falha, nem as minhas paciências nem as reforçadas contenções - sei-o - poderão tomar a forma de gestos salvíficos. A aceitação e as diversões sazonais são o que sobra.
A isto se chama coar a ficção. E não há nada de errado nisso.

publicado por T. às 17:48

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


Haverá sempre Paris
pisl
Tudo o que resta
tit
Em Espera
jcm cd
Insultos & Elogios para:
deolhosbemfechados@sapo.pt
No armário
2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


subscrever feeds
DeOlhosBemFechados

Ver de perfil

4 seguidores

Procurar
 
Vale a pena abrir bem os olhos
blogs SAPO