16
Set 10

Nesta coisa que apelidamos de país, há muitas almas boas que dão qualquer coisa e mais cinco tostões para poder gritar do mais fundo dos seus pulmões, cheios de portuguesinho suave, slogans de rima fácil. Essas iluminadas pessoas estão sempre nas manifs e, claro, topam à distância aquele seu solidário compincha que também segura a faixa. Mas, mais do que isso, tomam boa nota dos ausentes. Depois, fazendo o que, estou certa, rotulam como verdadeiro serviço público, dão a conhecer a lista negra.
Nesta coisa que apelidamos de país, há muitas almas boas que facilmente se indignam com o que alguns, bem poucos, escrevem. Esses, os que escrevem, são uns fascistas ou, como sei que as almas boas apreciarão que corrija, uns democratas cristãos.
Mas eu quero tranquilizar essas muitas almas boas: os ciganos virão para esta coisa receber aquela coisa chamada rendimento mínimo. E daqui a uns tempos, já vos ouvirei dizer: Que Deus me perdoe porque Sarkozy, afinal, até sabe o que faz.

publicado por T. às 20:22

Haverá sempre Paris
pisl
De Olhos Bem Abertos:
online
Prescrição para Laboratório
Tudo o que resta
tit
Em Espera
jcm cd
Insultos & Elogios para:
deolhosbemfechados@sapo.pt
No armário
2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


DeOlhosBemFechados

Ver de perfil

4 seguidores

Procurar
 
Vale a pena abrir bem os olhos
blogs SAPO