17
Fev 09

Chávez, quiçá, ad eternum.
Nunca se sabe o que pode acontecer.
P.S.: O meu pai tatuou um A de Anabella dentro de um coração, nome da minha mãe (venezuelana, tem graça), nos tempos da tinta-da-china -
uma produção dele para ele mesmo.
Hoje, volvidos todos estes anos e dadas muitas voltas à vida,
diz à minha madrasta que é um A de amor.

publicado por T. às 15:39

2 comentários:
Hum, em homenagem à tua Madrasta surge-me que o A pode ser sempre de Abstroncia ... Que te parece???
Carla Ferreira a 17 de Fevereiro de 2009 às 16:35

Bem sabes que, regra geral, não gosto de hostilidade declarada. No presente caso, contudo, terei de aceitar tão estranho termo. Bingo para a mesa dois!
T. a 17 de Fevereiro de 2009 às 16:46

Haverá sempre Paris
pisl
De Olhos Bem Abertos:
online
Prescrição para Laboratório
Tudo o que resta
tit
Em Espera
jcm cd
Insultos & Elogios para:
deolhosbemfechados@sapo.pt
No armário
2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


DeOlhosBemFechados

Ver de perfil

4 seguidores

Procurar
 
Vale a pena abrir bem os olhos
blogs SAPO