16
Fev 09

E o livro levou-me até aquele Lobito, totalmente desconhecido.
Levou-me às praias, às ruas, ao Colonial, ao Pic-Nic.
Mostrou-me os rostos de lobitangas, de portugueses,
os rostos dos que chegavam ao porto com a esperança embrulhada no pano da merenda, os olhos postos naquela novíssima cidade, lugar de mestiçagem, de cor, de ritmos suados.
Os livros são também isso:
pequenos passaportes, aeroportos do tempo, caixas de Pandora.
Aquele Lobito, agora meu também.

publicado por T. às 16:14

Haverá sempre Paris
pisl
Tudo o que resta
tit
Em Espera
jcm cd
Insultos & Elogios para:
deolhosbemfechados@sapo.pt
No armário
2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


DeOlhosBemFechados

Ver de perfil

4 seguidores

Procurar
 
Vale a pena abrir bem os olhos
blogs SAPO