13
Abr 11

Isto seria tudo muito mais fácil se eu não tivesse aberto a garrafa e o copo não tivesse sido o protagonista da cena em loop, é evidente, mas, convenhamos, não teria metade da piada. Ensaiei dois recadinhos, que deveriam seguir sem ornamentos em papel timbrado, experimentei esgrimir argumentos como se o fizesse consigo, eu sempre muito arrumadinha, de olhar envergonhado, estendendo a mão à palmatória, V. prestes a atingir-me os cinco dedos. Depois, benevolente, duplica-se e socorre-me de soi-même, com os beijos fraternais que eu dispensaria se pudesse.
Mas a habituée, tendo aparecido, saiu num instante, e agora a contabilidade só pode variar entre o 16-ème de soupir e a pause completa.

publicado por T. às 19:43

Haverá sempre Paris
pisl
De Olhos Bem Abertos:
online
Prescrição para Laboratório
Tudo o que resta
tit
Em Espera
jcm cd
Insultos & Elogios para:
deolhosbemfechados@sapo.pt
No armário
2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


DeOlhosBemFechados

Ver de perfil

4 seguidores

Procurar
 
Vale a pena abrir bem os olhos
blogs SAPO