21
Fev 11

Fiz daquilo ponto de honra, i.e., de lhe dizer verbalmente que as minhas verdades só com ele eram pontualmente naturais, com os outros eram sempre programas estudados, pontos meticulosos em tecidos rijos, preparados espessos coados a contragosto. É certo que (re)pensei a ida, a declaração, o afago da mão esquerda, os numerosos músculos da cara em sincronização, a colocação da voz que não é nem grave nem aguda - a voz (e custa a colocar vinda do estômago, não quis nunca isso, não planeei).
Era febre, como a anunciação fora de tempo nomeou em escrita. Naturalmente que sim.

publicado por T. às 20:05

Haverá sempre Paris
pisl
De Olhos Bem Abertos:
online
Prescrição para Laboratório
Tudo o que resta
tit
Em Espera
jcm cd
Insultos & Elogios para:
deolhosbemfechados@sapo.pt
No armário
2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


DeOlhosBemFechados
Procurar
 
Vale a pena abrir bem os olhos
blogs SAPO